A fada e Eu


Escrito por: Carlos Monteiro

 

fada

 

Uma fada insinuante,

Destroçou as rosas com seus olhos sitiantes.

Oh, grande Amor uivante!

Sentir seus abraços e seus dedos da penitência,

Me fez arrancar as entranhas das palavras…

Amadurecendo a razão da minha existência.

Flores da paixão,

Um dia encharcou a cólera e a desilusão…

Manchando as folhas brancas e pálidas.

Sou uma fera acuada e sem cela – desesperado!

Não consigo escrever o “descrevido”

Minha alma, sem ritmo, adormeceu…

Término com o coração apertado.

Eu sou um sonho vivido,

De ter uma vida tão banal, tão meu, tão seu…

EU…

Anúncios