A fada e Eu


Escrito por: Carlos Monteiro

 

fada

 

Uma fada insinuante,

Destroçou as rosas com seus olhos sitiantes.

Oh, grande Amor uivante!

Sentir seus abraços e seus dedos da penitência,

Me fez arrancar as entranhas das palavras…

Amadurecendo a razão da minha existência.

Flores da paixão,

Um dia encharcou a cólera e a desilusão…

Manchando as folhas brancas e pálidas.

Sou uma fera acuada e sem cela – desesperado!

Não consigo escrever o “descrevido”

Minha alma, sem ritmo, adormeceu…

Término com o coração apertado.

Eu sou um sonho vivido,

De ter uma vida tão banal, tão meu, tão seu…

EU…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s