Um dia.


Escrito por: Carlos Monteiro

triste

 

Um dia…

 Alegre, Triste, Meio assim…

Ser feliz, ter uma estrada afim…

Meu ser precisa lhe dizer…

Tu és bela, sim!

Em teus lábios, morreu certa vez, meu ser.

Cante, hilariante, solte seu coração

Fuja da masmorra da saudade,

Lembre das emoções bonitas, brinque, e seja um seria…

 Pois é… Se divirta, filosofe com a “namoração”

Tua face encanta o relento, Pura Beldade.

Alegre, Triste, Meio assim…

 Um dia…

 

Anúncios

Um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s