Uno, o caminho do meio!


Colunista convidado: Toni le Fou

1187118_10201933179077906_600130266_n

 

Uno, o caminho do meio.
O número um.
O solitário, isolado em seu universo nada fantástico e dominando a sua própria história.

Uno, o início após o nada.
O abraço que nunca será dado.
O adorador de si nascido para si que vive para o um.

Uno, artista o desolado e desprezado.
O substituto de alguém e que não pode ser ele mesmo.
O abandonado que anda no céu e o choro que deita no chão.

Anúncios