Poesia – Devaneio


Colunista Convidada: Sophia Saggezza

10984

Alienação do corpo

Que fervilha meu sangue

Só de pensar em você, em mim em nós

Arrepio-me, me aqueço com a excitação

Sinto seus toques…

Sua boca a me haurir

De desejos e loucuras ainda sinto seu amor

O carinho no envolver de corpos

Fazendo-me sentir única

Alucinação da mente

Faz-me pensar no fogo que emana minha alma

Enfim nus

Ressumados de tal ato

Ofegantes e altivos

Olhando enfim dentro de seus olhos

Para dizer que Te Amo

Mas o calor… O fogo

Apagou-se antes mesmo de cogitar.

E quando olhei ao redor

 Você não estava mais ao meu lado.

Anúncios