Utopias Poéticas


Escrito por: Carlos Monteiro

.

Na noite, as sombras da dor.

Escuridão da alma,

Cega pelo amor!

Que lutam por um novo alvorecer…

De frágeis palavras,

Pontos, vírgulas, e um breve morrer.

As vozes estão caladas.

Repletas de marcas e agonias…

Onde vejo o seu reflexo dia após dia!

Portanto, hoje estou de luto.

Pela dor imensa,

E o tempo… Que marcou as rugas de meu rosto!

.

Para saber mais, leia:
Tua Imagem

.

Anúncios