Cemitério das almas sofredoras


Este é um fragmento, de um pensamento perdido pelos horizontes do cemitério das almas sofredoras…

Teve uma vez, que um sentimento tinha nascido, por mais que ele tentasse, era inevitável o seu crescimento, uma exclusividade natural da vida, fazendo desta forma, um futuro sem perolas…

Não havia explicações, minha vinda a este mundo deveria ter uma resposta… Vim -te amar? Vim – te ver? Nunca te encontrei, meu palco e minha cena era a dor. Se te amasse, as coisas da vida poderiam mudar, sendo que, minha face ganharia esculturas de felicidade, e as lágrimas, sim, as lágrimas não borrariam meu ser.

Eu fujo da luz do homem, para tentar ver meu futuro… Acabei encontrando um pedaço de terra, onde minha alma sofredora, amargamente encontraria a eternidade da ilusão. Esta é minha verdade, uma mistura de infelicidade com a foto saudosa de tempos atrás. Demorei para te encontrar! Sou o ceifador dos erros e o professor dos pecados, nunca mais sentirei o amor, todavia, no amanhecer, vou morrer…

Anúncios

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s