Amor


Amor

 O destino colocou você em minha vida… Meu amor!

E por nada neste mundo vou – lhe perder,

Simplesmente contigo, virei um eterno trovador.

Seu amor é diferente e inocente,

Cheio de fronteiras e barreiras…

Mas superando tudo, você será o meu deleite.

Com a luz do seu sentimento, me encantei!

Com sensações que nutrem o jardim de meu coração,

A gritar em delírios por esta fascinação.

Sempre busquei um amor, e jamais encontrei… Droga que ira!

Só que agora, tenho certeza, eu achei… Acabou-se a agonia!

Por isso, não posso deixar a força deste amor – cessar.

Voe, cante, dance minha borboleta… Me de seu amor puro!

Tire-me deste local sombrio e escuro,

Pois momentos com o seu ser, “quero” passar…

Carlos Monteiro

Anúncios