Tua Imagem – Carta


22 De Abril de 2001.

Moça saiba que és a dona de meu coração. Guardo no meu peito um profundo sentimento, algo que habitaras em segredo eternamente na minha vida. Sua face e sua beleza habitam constantemente em meus pensamentos… Tú és minha divindade, conhecida e lembrada diariamente. Acreditei na palavra – amor, depois que conheci seu ser! Sou um amante da poesia, e sua pessoa, me inspira a compor melodias transcendentais. Todos os dias que passei contigo… Valeu como se fosse à primeira vez! Sempre encontrava algo novo em nosso relacionamento. Eu sei que conhecimento gera lembrança, portanto, tenho recordações de seu toque em minha pele. Você é minha profecia, você foi minha salvação.

Adeus,

Juan Mathias

Este foi o bilhete que Ana encontrou na mesa da sala depois que chegou a casa.

Nunca mais ele foi visto!

Ninguém soube de seu paradeiro.

Anúncios

2 comentários

  1. Um gesto, uma palavra traçada por muitas, bordada pelo tempo, encantada pelo vento, uma carta selada por um Adeus, coração em prantos, laços desfeitos, uma dor… o que acontecera com Ana se tudo era dado, recebido com amor de um homem que desfez dos dias, das linhas….termina sem deixar rastros, apenas sombra ficastes onde foi marcada para sempre…Um elo quebrado por algo que desconhecemos, amor tem seus segredos, jamais revelados.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s