Ego


Outro dia, estava imaginando um mundo vazio e sem amor.

Tive medo… Sabe, ficar só, desaparecer dos corações das pessoas. Tem vezes que penso, em viver sobre uma tênue, entre existência e o desaparecimento.

Gostaria de saber o que sou para as pessoas que me cercam. O que pensam realmente de mim. Sei que, infelizmente o mundo é fadado a usar mascara. Um baile onde ninguém vê verdadeiramente a face alheia.

Será que tudo a minha volta é apenas mentira? Estou sentado no canto, cabisbaixo… Simplesmente vendo indivíduos dançando felizes em rodopios de charme e elegância. Mas será que todos estão felizes de fato?

Eu gargalho quando quero. Choro quando quero. Esbravejo quando quero. Por mim, isso basta! Sou sincero aos meus desejos e me faço sincero. Nunca se sabe, quando alguém mente ou fala a verdade. Não basta somente o olho no olho, porque até isso engana. Rezo para o Criador… Para encontrar alguém que faça as minhas lacunas sumirem.

Um vazio me invade, algo sem vida, incolor, sem corpo, mas envolve meu interior. Não consigo sair da luz, nada me desprende, o que faço agora é esperar e esperar!!! Até que minha salvação venha finalmente ao meu encontro.

Mostro-me forte, mas também sou fraco, pois meu único prazer está ferido, e isto é sinal de que estou vivo, ainda existo.

Toni Le fou

Anúncios

6 comentários

  1. Jovem Toni,

    Sem querer invadi o seu mundo, de certo modo não és tão diferente do meu, somos seres solitários neste turbilhão de humanoides, vejo vestimentas diversas, cores assustadoras, face caricatizadas, moldada pelo pensamento perverso, não generalizo, mas me perco nas diferenças.
    Lacunas todos necessitam de não ter, vazio é o processo industrializado, alma ovula no espaço incubado pela visão de mundo. Ouço gritos de suas palavras, há um córrego de lágrimas que perpetuam nos lençóis carnais, o seu vomitar é fétido devido a infância maldita, querendo expulsar o menino rastejante do calabouço de suas entranhas…
    Maldito sejas o homem que gera o ser contaminando com obras mortíferas, lapidam o contorno riscando a fio, sem compaixão…
    Asas despedaçadas pelo tempo e o vento, em cada pena desfalece a loucura…sinto a dor extrema das letras, o mundo vive de tormentos, a noite nos cegam não querendo ver anjos sem asas, percorrem esquinas, se escondem de si mesmo. A perversidade é o manto do dia, o silêncio fulguras o horizonte mais além de nossas vistas.

    O reverso das palavras – A perfeição moldada está estampada no seu tocar, nada lhe falta mesmo sem amar.

    Vire-se! Dê uma olhadela, verás que a fila é imensa, extensa, milhares de seres querendo estar no seu lugar, a fome não lhe faz falta, o frio é morno para ti, o teto é pouso dos desvalidos, mazelados, inconformados.

    A juventude te acaricia, a luz do dia é lampejo aos seus olhos, vistes, sentistes, não negue isto diante de Deus, se as lacunas se encontram vazias, preenchas de cores saltitantes e palavras confortantes.

    Tens os dedos mágicos, desenha tão bem aos olhos vistos, usa-te o teu “EU” e desprenda das coisas que lhe faz mal…
    O mal é escravo do bem, utiliza-se para evolução, transformação e ascensão do espírito.

    Se tiveres algo a pagar aceita seu carma sem pestanejar…
    Revigoras suas palavras, atenue o seu cansar, ame incondicionalmente todas as coisas do céu e da terra, esqueça que não te quer, vire ás horas dormidas e aplaude os minutos de felicidade, não importas que tu sejas e como estejas, o seu interior é sagrado, o templo é cultivado e semeado pela suas bravuras.

    Não espere nada desta vida, porque a espera é a trilha dos perdidos….

    Um bj!

    Lívia *.*

  2. Viemos de um esfera, formando uma legião de seres desprovidos do amanhã, tu não és o único, somos particulas que foram desfragmentadas por Um elo perdido, algo nos atrai, descortinamos uma porta onde moras minusculas luzes apagadas, seria por ventura….. nós?

  3. Tua casca é formada pelo dueto, o óvulo do seu ser pertence uma esfera onde permaneça recolhida desprovida da essência, somos pequenas partículas de nós mesmos num manto falsário, sei que lutas por não ser compreendido, amado, aceitado, suas idéias germinam um florestamento de perversidade, angustia e dor, sabes que não és entendido por este mundo irreal, o teu verdadeiro “EU” clama justiça e invoca plenitude, uma vez alagada pela ignorancia dos desafetos, presumo Le Fou não pertencestes a este Universo, somos um bando de luzes apagadas, por encontrarmos perdidos do elo superior….

    Somos seres elevados…precisamos aperfeiçoar com lapidação de aprendizado, aceitai-vos os seus dias com olhar de serenidade, espera-te na paz dos refugiados…ignora-os aqueles que te negam …há fonte inesgotavel que jorra gotas de sabedoria….utiliza-o em seus dias vindouros…

    Sou uma parte de ti…!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s