Resposta – Carta de uma Incompreendida


Estimada Incompreendida,

Li suas palavras arrancando sangue de meu coração. Queria que o mundo fosse mais fácil, para podermos conquistar mais vitórias… Hã? Seria bom! Estou extenuado por ouvir tanta canção regrada na melancolia e dor. Sua história é um criatório real, do que um ser humano passa diariamente. Peço perdão pelo o que passaram por sua vida. Entenda que eu, você, eles, todos… Estão em um processo de crescimento, onde, tudo é misterioso e mágico. Pessoas surgem, pessoas morrem, nada é estático. Todas as coisas movem e se transformam. Neste campo minado vivem os outros. Seu ser pisou em várias minas, que destruíram seu físico e mutilou sua alma. Eu te entendo, sabe que, neste exato momento, minhas mãos se encontram vazias. Quando eu terminar com minhas palavras para ti, as mesmas mãos que iniciaram sem nada, estarão preenchidas por algo tão forte e mútuo. Somo desta maneira. Perdemos e encontramos. Ao “achar” o que tanto busca, agarre com tanta força, não soltando mais…

Eu nasci na mesma sociedade que você Incompreendida. Viverei da melhor forma, sonhando. Mate sua fome no nefelibatismo. Lute no processo da sua evolução. Portanto, seu caminho vai desabrochar espaços livres para que seu coração possa se desenvolver. Compreenda que sempre vão podar seu capim, e no momento em que fizerem… Clame para sua alma o seguinte – Este mesmo capim podado, vais nascer novamente.

A dor vai apertar, se expandido rapidamente. Todavia, renasça no bojo de suas lágrimas!

 

Att,

Carteiro das Lamentações

Ler anteriormente, Carta de uma Incompreendida: https://regozijodoamor.wordpress.com/2012/09/08/carta-de-uma-incompreendida/

 

Obs: Devido a dificuldade do Carteiro das Lamentações estar respondendo constantemente A CARTAS. O mesmo passará a ser quinzenal. Agradeço a todos pelos momentos compartilhados.

Anúncios